Frederico e Marcelino vencem Torneio de Peteca da Caldense

Torneio interno reuniu vinte participantes, divididos em dez duplas (Foto: Renan Muniz / Caldense)

Na manhã deste sábado (09), a Associação Atlética Caldense promoveu mais uma edição do tradicional Torneio Interno de Peteca. Vinte jogadores participaram, divididos em dez duplas. No total 24 partidas foram realizadas. Em jogos muito equilibrados, a dupla Marcelino/Frederico foi a grande campeã.

O evento teve início por volta das 9 horas da manhã e se estendeu até às 13 horas. As duplas foram organizadas em dois grupos de cinco. Todos jogaram contra todos e as duas melhores duplas avançaram para as semifinais, que tiveram partidas únicas, assim como a final.

Evento movimentou as quadras de peteca do clube (Foto: Renan Muniz / Caldense)

Na finalíssima, Marcelino e Frederico enfrentaram Celso e Agnaldo. Os dois primeiros sets foram extremamente parelhos, cada dupla venceu um. Já no set decisivo, Marcelino e Frederico fizeram uma ótima sequência de pontos e ficaram com o título.

Frederico e Marcelino foram os grandes campeões (Foto: Renan Muniz / Caldense)

Na briga pelo terceiro lugar, Pedro e Alemão mediram forças com Carlinhos e Léo. O confronto foi intenso, mas Pedro e Alemão saíram vitoriosos e conquistaram a terceira colocação.  Em seguida aconteceu uma confraternização entre os participantes nos quiosques do parque aquático.

Celso e Agnaldo ficaram em segundo lugar (Foto: Renan Muniz / Caldense)

“É um torneio que realizamos para os sócios. Dessa vez convidamos alguns jogadores da Alcoa e do Country Club também, para fazermos uma integração e cada vez mais melhorar o nível dos nossos atletas” – disse Celso Iwata Frison, responsável pelo departamento de peteca do clube.

Celso Iwata Frison, responsável pelo departamento de peteca, avaliou positivamente o evento (Foto: Renan Muniz / Caldense)

“Tem pouco mais de um ano que frequento o clube e é a primeira vez que participo do torneio de peteca. Foi muito bom. Enfrentamos adversários difíceis, em alguns momentos meu braço quase não subia mais, mas nos superamos e conseguimos vencer” – falou Wenderson Marcelino, campeão do torneio junto à Frederico Elias da Silva.