FMF apresenta projeto para retomada do Campeonato Mineiro e sugere retorno em 26 de julho

(Foto: Divulgação / FMF)

Na manhã desta quarta-feira (17), aconteceu na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, uma reunião entre a Federação Mineira de Futebol e a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), onde foi apresentada uma proposta para a retomada do Campeonato Mineiro 2020. A data sugerida para o retorno da competição é 26 de julho.

Devido à pandemia do novo coronavírus, a competição estadual está paralisada há mais de três meses, desde o dia 15 de março. Restam duas rodadas para o término da primeira fase, semifinais e final. Além dos confrontos do Troféu Inconfidência e Recopa. Atualmente a Caldense ocupa a quarta posição na tabela com 17 pontos e tem compromissos pendentes contra Tupynambás e Cruzeiro. O América lidera com 21 pontos, Tombense vem em segundo com 20 e Atlético em terceiro com 18 pontos.

Estiveram presentes na reunião, entre outros representantes, o presidente da FMF, Adriano Aro; o secretário de saúde, Carlos Eduardo Amaral; o diretor de competições da FMF, Leonardo Barbosa; o deputado estadual pelo PRP, Zé Guilherme; e os respectivos médicos de Cruzeiro, Atlético e América: Daniel Baumfeld, Rodrigo Lasmar e Cimar Eustáquio.

Foram discutidas diversas propostas para a retomada dos jogos, com inúmeras variáveis, sempre com portões fechados. Entre elas: retomar a competição com mando de campo das equipes em suas respectivas cidades e estádios, transferir as partidas em centro de treinamentos, passar o mando de campo das partidas para a FMF e realizar todos os confrontos em sede única, entre outras.

Seguindo o calendário original, o desfecho da competição levaria seis semanas. Entretanto, a entidade que comanda o futebol mineiro apresentou uma alternativa para realizar as partidas restantes em um prazo de três semanas. A tendência é que os confrontos sejam em sede única, provavelmente Belo Horizonte, com início em 26 de julho e desfecho em 16 de agosto, com jogos aos finais de semana e meio de semana.

O período permite que os times do interior tenham um prazo de pelo menos 30 dias para se preparar, uma vez que os clube da capital já estão treinando há algumas semanas. A Federação encaminhou o projeto ao Centro de Operações de Emergência em Saúde de Minas Gerais (COES-MG), que fará uma avaliação e emitirá uma resposta nos próximos dias.

“A reunião foi muito boa, o secretário se demonstrou extremamente aberto e favorável ao retorno do futebol. Agora iremos aguardar a resposta do COES, que é o órgão à frente do combate à pandemia em Minas Gerais. Eles darão retorno para a Federação em relação àquilo que foi apresentado e eventuais alterações que tenham que ser feitas. Se tudo isso for seguido e cumprido, nós estamos otimistas que possamos ter a marcação de jogos oficiais já a partir do dia 26 de julho deste ano” – disse o presidente da FMF, Adriano Aro.

“O regulamento da competição permanece inalterado. A ideia é terminar o campeonato em três semanas, teremos na primeira semana a 10ª e a 11ª primeira rodada, depois disso, na segunda semana nós teremos as semifinais e na terceira semana as finais. Paralelamente às semifinais e finais, nós teremos a realização também do troféu Inconfidência. Então, nosso campeonato permanece inalterado, apenas com alteração de datas e a adoção de medidas de higiene e segurança paliativas para tentar combater a COVID-19” – completou Aro.