Anápolis será o próximo adversário da Caldense

Lance da partida entre Caldense e Espírito Santo

 

Lance da partida entre Caldense e Espírito Santo
Lance da partida entre Caldense e Espírito Santo


Após os confrontos da última rodada foram definidas as 32 equipes que jogam na segunda fase

 

Com a vitória em cima do Boavista no último dia 10 a Caldense se classificou para disputar a segunda fase da série D do Campeonato Brasileiro. Era necessário aguardar o final da 6ª e última rodada, que aconteceu na tarde de ontem (17), para descobrir qual seria o adversário a encarar na próxima semana.

O Anápolis (GO) bateu o Sinop (MT) por 2 a 0 e conseguiu se classificar com 11 pontos junto do primeiro colocado do grupo A11, o  7 de setembro (MS), com a mesma pontuação. O primeiro confronto válido pela segunda fase será entre Caldense e Anápolis no Estádio Jonas Duarte, na cidade goiana, no próximo dia 24, em horário a definir.

O técnico Thiago Oliveira afirma já ter informações sobre o próximo adversário. “Tenho referências do Anápolis, será um adversário dificílimo já que é  vice-campeão goiano. Ele era uma das possibilidades que estava estudando e para a próxima partida teremos que melhorar em todos os aspectos pois agora muda o campeonato”, comenta.

 

CALDENSE X ESPÍRITO SANTO

Também na tarde de ontem a Caldense entrou em campo para fechar as disputas da primeira fase em casa, contra o Espírito Santo. A equipe capixaba venceu por 1 a 0 com gol de Eraldo na prorrogação do segundo tempo. Com este resultado o Santão acumulou 8 pontos e conseguiu classificar para a segunda fase do Brasileiro.

Para este jogo o técnico da Caldense poupou jogadores pendurados com dois cartões amarelos, como Guilherme Noé, Tito e Mineiro, e também os titulares Marcelinho, Ewerton Maradona e Patrick, que estavam sentindo desconfortos físicos. “Neste caso tive que poupar jogadores por necessidade, não por escolha. Patrick não treinou durante a semana, Marcelinho jogou muitas partidas lesionado, Maradona teve problema na panturrilha, além dos três pendurados que poderiam receber mais um amarelo e ficar fora no próximo jogo”, explica o treinador, que optou por dar oportunidade a jogadores novos do elenco, como Tharsus e Malcoon. “São meninos jovens, temos que dar oportunidade e confiança a eles. Nós não estávamos em um dia bom, o gol foi uma falha nossa, mas tenho que enfatizar que é um time novo sem muita experiência, e tivemos erros que não ocorreram durante todo o campeonato. Para o próximo confronto irei trabalhar com muitas mudanças na equipe”, afirma Oliveira.