De volta à KT: Público lota a Caldense para viver momentos de nostalgia

Banda Luz Azul abriu o baile com músicas mais lentas (Foto: Renan Muniz / Caldense)

Na sexta-feira, 26 de outubro, aconteceu no Ginásio Luiz Sodré, sede social da Caldense, o baile “De Volta à KT”, que reviveu os áureos tempos da boate que marcou época no clube. Mais de 600 pessoas marcaram presença.

Com ingressos esgotados cinco dias antes do evento, a expectativa do público era enorme para a festa que prometia momentos de nostalgia, através de hits dos anos 70 e 80. O show com a Banda Luz Azul começou às 21h, com músicas mais lentas. Diversos casais foram dançar.

Logo em seguida, por volta das 22h30, o DJ Rafa Diaz assumiu o palco e levantou a plateia com os principais sucessos da Disco Music. A pista de dança ficou absolutamente lotada. As pessoas fizeram as mais consagradas coreografias e passinhos da época. O evento foi extremamente elogiado pelo público presente, que aguarda mais uma edição do baile.

Mais de 600 pessoas marcaram presença no baile especial (Foto: Renan Muniz / Caldense)

História

A KT foi idealizada em 1975 por Carlos Antônio Pinheiro, então diretor social da Caldense. A boate surgiu para movimentar a parte social do clube e arrecadar verba para a manutenção do futebol profissional. A discoteca agitava o público com os principais hits da época, inclusive sediou shows de artistas como Wando e foi sucesso absoluto até ser descontinuada no final dos anos 80.

“O nome KT surgiu a partir de um bloco de carnaval que tinha na cidade, chamado My Nem Ki Tussa. Tocávamos vários tipos de música. Desde mais românticas até mais dançantes. O salão era decorado com diversos tipos de luzes coloridas, com uma extensa pista de dança. A boate geralmente acontecia no domingo à noite, mas no período de férias também havia edições nas quintas e sábados. Era o point de encontro dos jovens, cada festa reunia mais de 2000 pessoas” – lembra Carlos Antônio Pinheiro.