Caldense apresenta elenco para o Campeonato Mineiro 2020

Evento aconteceu no auditório do Sest/Senat (Foto: Renan Muniz / Caldense)

Na tarde desta quinta-feira (14), no auditório do Sest/Senat, a Caldense apresentou oficialmente os jogadores e comissão técnica que irão representar o clube no Campeonato Mineiro 2020. O evento contou com a presença de diretores, autoridades de Poços de Caldas e torcedores. Houve entrevista coletiva com jornalistas da imprensa local e regional.

O auditório conta com um palco, onde foi colocada uma mesa para que os repórteres de diversos canais de TV, rádios e jornais fizessem perguntas aos diretores, jogadores e integrantes da comissão técnica da Veterana. No início da apresentação, o presidente da Caldense, Rovilson Ribeiro, mostrou otimismo.

“Mantivemos a comissão técnica e uma base do time, que fez um bom trabalho na Série D. Acrescentamos outros jogadores que foram contratados em comum acordo entre a diretoria e a comissão. Optamos por trazer atletas que se encaixem com o nosso perfil de trabalho, de muita luta e empenho, para conseguirmos desenvolver um futebol de primeira linha” – comentou Rovilson.

Rovilson Ribeiro, presidente da Caldense mostrou otimismo (Foto: Renan Muniz / Caldense)

Depois também falaram: o vice-presidente Luís Fernando Soares, o presidente do conselho Wanderlei Colhado e o tesoureiro geral do clube Luiz Carlos Pioli. Na sequência, a bancada recebeu o técnico Marcus Paulo Grippi e o preparador físico Felipe Pezzo, acompanhados dos diretores Sérgio Pereira Lemos e Leonardo Prado.

“É uma competição difícil, com viagens longas, mas estamos nos preparando para fazer uma grande campanha. Já estudamos um pouco as outras equipes, o estilo de jogo cada uma. A torcida pode esperar um time que lute até o final, que brigue por todas as bolas. Essa será a nossa forma de trabalho” – disse o técnico alviverde, Marcus Paulo.

Posteriormente três jogadores falaram em nome do grupo: o centroavante Mariotto, um dos destaques do time na Série D 2019; o atacante Tadeu, que tem passagens por diversas equipes grandes do futebol brasileiro; e o meio-campista André Mensalão, jogador que também passou por times tradicionais.

André Mensalão, Mariotto e Tadeu participaram da entrevista coletiva (Foto: Renan Muniz / Caldense)

“Pretendo repetir no Campeonato Mineiro o desempenho que tive na Série D. É uma competição que exige mais, mas vamos trabalhar forte para estarmos preparados. Espero que eu possa marcar muitos gols e ajudar meus companheiros. A torcida pode esperar não só o meu melhor, mas o melhor de todos” – falou Mariotto.

Um dos momentos descontraídos da entrevista coletiva foi quando o meia André Mensalão, ao ser questionado pela imprensa, explicou a origem do seu apelido. “Recebi o o apelido quando tinha 15 anos. Fui fazer um teste em um clube em Belém, no Pará. E eles não ofereciam material para os jogadores. Minha mãe tinha ganhado uma camisa do partido que estava envolvido no escândalo do mensalão, que tinha acabado de estourar. E ela me emprestou para eu usar no treino. O treinador começou a chamar os jogadores e havia dois com o nome André. Aí perguntaram: qual André? E ele respondeu: esse aí, o da camisa do Mensalão. E o apelido pegou (risos)” – disse o jogador.

Por fim, todos os atletas e integrantes da comissão técnica foram convidados ao palco para serem apresentados ao bom público presente, imprensa e também aos que acompanhavam o evento ao vivo pelo Facebook oficial da Associação Atlética Caldense. Logo após houve treino no CT Ninho dos Periquitos. O Campeonato Mineiro irá começar dia 22 de janeiro.