Morre Luiz Carlos Beleza, ex-lateral-direito da Caldense, aos 69 anos

Luiz Carlos Beleza durante entrevista para a TV Caldense (Foto: Paulo Vitor Campos / Mantiqueira)

Faleceu esta semana, em Cuiabá-MT, o ex-lateral-direito da Associação Atlética Caldense Luiz Carlos Beleza, aos 69 anos, em decorrência de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). O corpo está sendo velado no Centro Comunitário na capital do Mato Grosso e o enterro será no início da tarde desta quarta-feira (18).

Nascido no Rio de Janeiro, começou nas categorias de base do Botafogo. Depois fez testes em outras equipes até ser contratado profissionalmente pela Caldense em 1972, através da indicação do técnico Juquita, que o viu treinando no Tupi. Defendeu a Veterana na primeira participação alviverde na Divisão Especial e se destacou.

Luiz Carlos defendeu a Veterana em 1972 (Foto: Décio Alves de Morais)

Foi emprestado ao América-MG em 1973 e contratado pelo Santos no ano seguinte, onde permaneceu até 1976 e recebeu o apelido “Beleza”, através de Pelé, em alusão ao seu jeito alegre, sempre com um sorriso no rosto. Defendeu ainda o Juventus-SP e o Mixto-MT. Quando pendurou as chuteiras, permaneceu em Cuiabá e atuou por muitos anos como oficial de justiça.

Esteve em Poços de Caldas pela última vez em setembro de 2018, para participar do “Encontro das Lendas”, homenagem feita pelo departamento de futebol master do clube para enaltecer grandes ídolos da história do Verdão. Na oportunidade concedeu uma entrevista para a TV Caldense onde relembrou sua carreira e contou passagens curiosas.

Ex-jogador ao lado do presidente Rovilson Ribeiro, durante homenagem no clube em 2018 (Foto: Renan Muniz)

A Associação Atlética Caldense manifesta os mais sinceros sentimentos de pesar a amigos e familiares e agradece toda a dedicação e raça de Luiz Carlos Beleza quando defendeu as cores verde-branca.

Reveja a entrevista de Luiz Carlos Beleza à TV Caldense: