Evolução nas reuniões do conselho da Caldense

O Conselho Deliberativo da Caldense passou por mudanças nas reuniões. Agora é feito um cronograma anual com as datas de prestação de contas para que os conselheiros se preparem melhor para as assembleias e os balancetes sejam aprovados mais rapidamente. 

“O conselho da Caldense nunca teve uma agenda anual para prestação de contas. Agora, em colaboração com a contabilidade, conseguimos agendar antecipadamente as prestações a cada quatro meses. Montamos a agenda para o ano inteiro e isso facilita para todos se programarem melhor, ter uma maior participação e aprovar tudo mais rapidamente” – comentou o presidente do conselho Wanderlei Colhado.

Outra melhoria nas reuniões do conselho é que agora todas são filmadas com câmeras em alta definição. “Antes usávamos um gravador de áudio e tínhamos que transcrever tudo, o que gerava em média oito folhas de ata. Agora filmamos as sessões, fazemos uma ata mais resumida, sintetizando os principais tópicos e arquivamos o vídeo para caso haja a necessidade de consultar algo. Facilitou muito o trabalho” – disse Wanderlei.

O conselho vem realizando um importante trabalho, em todas as suas vertentes. O conselho fiscal, por exemplo, orienta a diretoria executiva em relação ao planejamento financeiro e o conselho de ética garante que o clube funcione seguindo as regras estatutárias. Inclusive, desde o início da pandemia foram realizadas reuniões virtuais, via videoconferência. 

“Os conselheiros recebem os dados cinco dias antes da reunião para estudar e analisar, para poder chegar na reunião já com as questões para debater. Os conselheiros tem demonstrado muito interesse em ajudar, todos participam de maneira efetiva, trazem questionamentos dos sócios, sugestões para melhorias do clube e tudo tem dado resultado” – completou Wanderlei.