Em jogo heroico, Caldense vence Atlético-MG de virada e faz “tríplice coroa” contra os grandes após 47 anos

Verrone celebra gol pela Veterana (Foto: Célio Messias)

Quem acompanhou a partida entre Caldense e Atlético-MG nesta quinta-feira, 01 de abril, presenciou a história. Keno abriu o placar para o Galo, mas de forma heroica a Veterana foi guerreira e buscou a virada com Verrone e Gabriel Tonini.

O Verdão jogou com Passarelli, Danilo Belão, Jonathan Costa, Guilherme Martins, Verrone, Lucas Silva, Gabriel Tonini, David Lazari (Wagner), Rafael Peixoto (Denis Macedo), Bruno Oliveira e Amarildo (Tevez).

No primeiro tempo o time alviverde se portou muito bem. Jogando de forma inteligente, soube anular os pontos fortes do Atlético, que veio completo, com atletas como Hulk, Keno, Arana, Nacho, sob o comando do técnico Cuca.

A Caldense criou chances claríssimas, como o belo chute de Danilo Belão que quase acertou a gaveta e a cabeçada à queima-roupa de Rafael Peixoto, onde o goleiro Everson operou um milagre. Porém o time foi castigado aos 23 minutos. Nacho cobrou falta e Keno desviou de cabeça para abrir o placar.

Lance da partida no Ronaldão (Foto: Wagner Sidney Silva)

Na etapa complementar a Veterana manteve a boa postura e voltou ainda mais ofensiva. Logo nos primeiros minutos pressionou intensamente o Atlético. E em uma sequência de três escanteios, após cobrança de Bruno Oliveira, a bola sobrou para Amarildo. O atacante rolou para Verrone, que chegou batendo cruzado, estufou as redes e igualou o marcador.

Motivada, a Veterana jogou com enorme garra, os jogadores se entregavam a cada jogada e não desistiam de nenhuma bola. Rafael Peixoto recebeu um cruzamento no centro da área, emendou um voleio e quase fez um gol antológico. O goleiro se esticou todo para espalmar.

Até que aos 36, Gabriel Tonini ganhou uma bola no campo de ataque, partiu para cima da marcação e bateu firme de fora da área no canto para fazer o gol da virada e da vitória. Fim de jogo: Caldense 2 x 1 Atlético.

Com o resultado a equipe alviverde repetiu o feito de 1974, ao vencer as três equipes da capital, Cruzeiro, Atlético e América, no mesmo ano. Agora a Veterana ocupa a terceira posição na tabela com 11 pontos.